Limpeza eficiente pode reduzir em até 30% de despesas de condomínios

Em tempos que o cuidado com a limpeza ou ausência dela traz consequências positivas ou negativas para o ambiente familiar […]

13 de outubro de 2020

Em tempos que o cuidado com a limpeza ou ausência dela traz consequências positivas ou negativas para o ambiente familiar ou corporativo, faz-se pensar, também, como isso pode ser realizado de forma segura e com redução de custos nestes locais. É um trabalho de prevenção que pode trazer ganho para a saúde.

Quando se traz essa realidade para o âmbito dos condomínios, que logo, logo estarão entrando em nova fase de liberação dos ambientes comuns e áreas de lazer por conta do COVID-19, existem medidas que podem ser tomadas que ajudarão na boa administração condominial.

Quem faz o alerta é o diretor do Grupo Atitude Serviços, Paulo Aragão. Vivendo nesta área de serviços de mão de obra terceirizada, administração de condomínios e segurança condominial há 15 anos, Aragão destaca que os custos com limpeza, mensalmente, em um condomínio chegam a 30%.

Ele lembra que um trabalho preventivo pode evitar problemas futuros. Por isso, indica algumas ações que podem já estar na lista de rotina de uma boa administração como: redução de pragas com o controle periódico feito por empresa especializada; sanitização e dedetização; manutenção constante de pisos, pintura, estruturas de ferro, ambientes externos, dá mais durabilidade e reduzir gastos futuros.

“É preciso voltar a atenção para as principais manutenções que precisam estar em dia: gerador, elevador, bomba de água, portão, extintor. Sabemos que são muito detalhes, por este motivo que, hoje em dia, é interessante contar com uma administradora que gerencia tudo isso e muito mais, sugerindo datas, calendários, contratando fornecedores capacitados que possam dar as devidas manutenções aos clientes”. Dessa forma, moradores e funcionários estarão bem protegidos e com a saúde sendo cuidada.